Outsourcing de TI: os caminhos da boa escolha

Outsourcing de TI: os caminhos da boa escolha na terceirização do departamento de tecnologia de sua empresa e a redução de custos. Leia o artigo completo e tire suas dúvidas

Compartilhe este Post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Confiança, transparência e integração. Estas são algumas palavras chave quando o assunto é gerenciamento de sistemas de Tecnologia da Informação, principalmente ao se falar em terceirização de serviços e Outsourcing de TI.

Numa busca incessante por soluções que tornem processos mais eficientes, sem investimentos altos, a área de TI das empresas encontra no Outsourcing de TI uma boa solução, que frequentemente gera resultados rápidos.

O primeiro passo para o sucesso de projetos de terceirização de TI, por parte do fornecedor, é fazer uma verdadeira imersão no modelo de negócios da empresa/cliente.

Outsourcing de TI – O que é?

 

Outsourcing de TI: os caminhos da boa escolha Agtech

 

 

É necessário traçar um diagnóstico preciso de todas as suas reais necessidades, o que muitas vezes inclui a identificação de problemas que o cliente nem sabe que tem.

A prescrição de soluções, assim, é alinhada ao modelo de negócios desse cliente, o que torna a terceirização viável e estratégica.

Fundamental, antes de contratar um fornecedor, é avaliar em detalhes as cláusulas contratuais e os acordos de nível de serviço ou SLAs (Service Level Agreements), para saber se o objetivo de reduzir custos será mesmo atingido.

Outro grande diferencial em outsourcing de processos de TI é a entrega:

O contratado entregará o que foi solicitado, no prazo prometido?

Além desses aspectos, é fundamental ter em mente que a terceirização de processos também visa aumento de eficiência, sempre.

Então, os sistemas de TI da empresa contratante precisam ‘conversar’ entre si, ou seja, funcionar de forma integrada.

No mercado existem ferramentas de alto desempenho em tecnologia, que permitem a interface entre a operação de TI e o objetivo do negócio da empresa, de forma simples e dinâmica.

O foco de tais ferramentas é Gestão de Disponibilidade, principalmente no que se refere ao monitoramento de redes, equipamentos, sistemas operacionais e aplicativos, o que significa TI gerenciada a partir de níveis de serviço,  novamente os SLAs.

Pesquisar empresas especializadas em outsourcing de TI não é uma tarefa fácil, porém alguns ingredientes podem facilitar essa busca: referências de quem já usou os serviços, cases de sucesso, credibilidade, transparência e a relação de parceria que estabelecem com os clientes permitem uma avaliação mais concreta.

O setor de outsourcing deve acompanhar a evolução e os níveis de complexidade dos serviços terceirizados, assim como as tendências de um mercado cada vez mais exigente e maduro. Como em todos os segmentos de atuação, quem estiver atento a isso, trabalhar com comprometimento e fundamentado nas melhores práticas conquistará e manterá o seu espaço.

* Marcelo Schiavo é Executivo de negócios da Agtech

 

Leia também: Mudar para evoluir: a receita do outsourcing de TI no Brasil

Receba Novidades

Fique por dentro do Mundo da Tecnologia

Conheça outros artigos

Dicas

O que é o blockchain?

Blockchain é um dos maiores chavões da tecnologia no momento. Mas o que é isso? E por que todos os seus amigos e familiares estão falando sobre

Dicas

EndPoint

Endpoint é o nome designado, na área de redes de computadores, para dispositivos finais que estão conectados em um terminal de rede. Trata-se dos computadores,

Gostaria de Otimizar os Processos de TI de Seu Negócio?

Entre em contato com nosso time de Especialistas