Endpoints: o que são e por que toda empresa deve investir em sua segurança

Compartilhe este post

Se fôssemos traduzir o termo ao pé da letra, endpoint significaria algo como “ponto final”. Na verdade, endpoint é o nome dado para computadores, smartphones, tablets ou quaisquer outros dispositivos conectados a uma rede, seja esta uma rede particular (como o wi-fi de casa) ou corporativa.

Por terem acesso à internet e, por consequência, enviarem e receberem um grande volume de informações, esses dispositivos são os principais alvos dos cibercriminosos – ou seja, aquela galera que usa a web para cometer crimes. Em outras palavras, os endpoints são os locais onde os invasores exploram vulnerabilidades e onde há recursos a serem criptografados, colocando empresas inteiras em risco.

Mas como garantir a segurança?

Como você já deve imaginar, quanto mais dispositivos conectados à rede, mais difícil é proteger os endpoints. Porém, existe outro fator agravante: o comportamento muitas vezes inapropriado do usuário, que pode acabar abrindo brechas para ataques virtuais.

Sendo assim, é papel de todas as corporações zelar pela segurança dos endpoints. Acima de tudo, isso significa garantir que cada um dos dispositivos esteja executando as versões mais atualizadas de softwares de proteção e dos sistemas operacionais. Parece óbvio, mas muitas empresas escorregam já nessa etapa.

Some a isso a necessidade de se implementar procedimentos e ações que ofereçam um controle maior às equipes de TI, como vincular o acesso aos servidores a algum tipo de sistema de autenticação. Este é um exemplo de iniciativa que comprova que aquele usuário tem, de fato, permissão para navegar em determinados locais.

Entretanto, para alcançar um bom nível de segurança, os dispositivos precisam estar em sintonia (e em sincronia) com o sistema de segurança adotado pela companhia. Ou seja: todos os colaboradores com acesso à rede devem ter uma extensão deste sistema ativa no aparelho, especialmente quando ele estiver em uso. Desse modo os sistemas não só autenticam os logins e senhas, como ainda atualizam automaticamente as extensões instaladas em forma de aplicativos.

Embora os softwares de segurança de endpoints tenham diferenças de um fornecedor para outro, a maioria dos modelos traz ferramentas de antivírus, antispyware, antimalware e firewall, além de um sistema de prevenção de intrusos no servidor (Host Intrusion Prevention System). O principal objetivo é blindar os sistemas, é claro, mas também é uma forma de proteger o próprio usuário e de monitorar o uso dos equipamentos que pertencem à empresa.

Principais benefícios da segurança de endpoints

Redução de custos: um sistema de segurança de endpoint sai mais barato do que a compra de componentes separados para assegurar a proteção de cada dispositivo conectado à rede. Afinal, é preciso fazer uma única compra de sistema.

Fácil instalação: é só instalar e configurar o servidor central que fará a segurança da rede. Os demais dispositivos só conseguirão acessar esta mesma rede por meio da instalação do sistema em seus dispositivos.

Bloqueio de ações indesejadas: algumas invasões ocorrem por motivos não intencionais. Exemplo: quando um funcionário insere um pen drive no computador de trabalho e, sem saber, acaba gerando alguma vulnerabilidade no sistema.

Fácil integração com novas tecnologias: o fato de o sistema de segurança ser um único produto facilita que novas soluções sejam desenvolvidas para a integração do serviço.

Administração centralizada: a administração da rede passa a ser concentrada no sistema gerenciador de segurança; no caso, o endpoint.

Ficou interessado em aplicar o gerenciamento correto de endpoints à sua empresa e em se proteger de ataques? Então é só entrar em contato conosco, porque a Agtech tem o time certo para resolver este problema!


Para conhecer nossos produtos e serviços, entre em contato conosco.

Receba novidades

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Leia outros artigos

Dicas

O que é blockchain?

Blockchain é um dos maiores chavões da tecnologia no momento. Mas, afinal, o que é isso? E por que tanta gente tem falado sobre o assunto? O

Gostaria de Otimizar os Processos de TI de Seu Negócio?

Entre em contato com nosso time de Especialistas