Blog

19 de março de 2019

EndPoint

Endpoint é o nome designado, na área de redes de computadores, para dispositivos finais que estão conectados em um terminal de rede. Trata-se dos computadores, smartphones, tablets ou qualquer dispositivo que esteja conectado em uma rede, interna ou externa.

Esses dispositivos representam os principais pontos de entrada vulneráveis dos cibercriminosos. Os endpoints são onde os invasores executam código e exploram vulnerabilidades e onde há recursos a serem criptografados. Com as forças de trabalho organizacionais tornando-se mais móveis e os usuários se conectando a recursos internos a partir de endpoints externos em todo o mundo, os endpoints estão cada vez mais suscetíveis a ataques cibernéticos.

O que é segurança de endpoint?

A segurança de endpoint trata de assegurar que todos os serviços conectados a uma rede estejam protegidos contra vários tipos de ataques cibernéticos. Isso implica que esses dispositivos que conectam os serviços na rede estejam executando as versões mais atualizadas dos softwares de proteção além dos sistemas operacionais.

Geralmente, a segurança de endpoint é baseada em um conjunto de sistemas (softwares específicos de segurança) e  procedimentos padrões que são utilizados para permitir ou negar, bem como controlar os acessos via gateway aos servidores da empresa. Mais do que isso, os sistemas devem monitorar e gerenciar os acessos aos servidores principais e auxiliares.

Para alcançar um bom nível de segurança, os dispositivos precisam estar em sincronia com o sistema de segurança adotado pela empresa, tendo uma extensão dele ativa no aparelho, principalmente quando estiver em uso. Quando há uma sincronia adequada, os sistemas autenticam os logins e senhas e atualizam as extensões instaladas em forma de aplicativos de
forma automática.

Embora os softwares de segurança de endpoint tenham diferenças de um fornecedor para outro, a maioria dos modelos traz ferramentas de antivírus, antispyware, antimalware e firewall, além de um sistema de prevenção de intrusos no servidor (HIPS – Host Intrusion Prevention System).

Principais benefícios da segurança de endpoint

Redução de custos – Um sistema de segurança de endpoint sai mais barato que a compra de componentes separados para garantir a proteção de cada dispositivo conectado na rede. Só é preciso fazer uma compra de sistema.

Fácil instalação – Apenas é preciso instalar e configurar o servidor central que fará a segurança da rede. Os demais dispositivos só conseguirão acessar a rede por meio da instalação do cliente em seus dispositivos.

Bloqueia ações indesejadas – Algumas invasões ocorrem por motivos não intencionais. Por exemplo, quando um funcionário de uma empresa coloca um pendrive no computador de trabalho, ele pode causar uma vulnerabilidade do sistema.

Fácil integração com novas tecnologias – O fato de o sistema de segurança ser um único produto facilita que novas soluções sejam desenvolvidas para a integração do serviço.

Administração centralizada – A administração da rede passa a ser centralizada pelo sistema gerenciador de segurança, no caso, o endpoint.


Para conhecer nossos produtos e serviços, entre em contato conosco.

consultoria_ti

 

Dicas, Monitoramento, Segurança , , , , ,
Sobre deise aneli

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *